Novas obras sem projeto no Parque do Flamengo/Marina da Glória?

Recebemos a denúncia de obras realizadas na Marina da Glória, sem placas de aviso, para recuperação de rampa no local.

Segundo informações, questiona-se o fato de o pátio destinado aos barcos transformar-se em estacionamento de carros para eventos, locando-se as embarcações na orla e contribuindo para a poluição visual da área. Foram aprovadas pela Prefeitura? E pelo IPHAN? Quais o projetos para a área, após a saída da contratada REX, do ex-grupo EBX ? Confiram os registros e as observações feitas.

MARINA DA GLÓRIA - Obra de recuperação da rampa, em 22-06-2014 -foto 02.

Obra de recuperação da rampa em 22.06.2014

MARINA DA GLÓRIA - Obra de recuperação da rampa, em 22-06-2014 - nota-se inconstancia de nivel de ferragem, muito próxima da laje inferior em maior percentual, sujeita portanto a ação de provavel infiltração de agua salgada entre lajes - foto 03.

Nota-se inconstância de nível de ferragem, muito próxima da laje inferior sujeita à ação de infiltração de água salgada entre lajes

MARINA DA GLÓRIA - Obra de recuperação da rampa, em 22-06-2014 - nota-se falta de corretos blocos espaçadores de altura das ferragens; pouca sobreposição entre malhas de ferragens; laje ainda suja, com lodo, pós colocação das ferragens  - foto 05.

Nota -se falta de corretos blocos espaçadores de altura das ferragens; pouca sobrposição entre malhas; laje ainda suja com lodo pós ferragens

Calor nas cidades: está nos planos?

1ilha_calor_2

por Sonia Rabello

A professora Eleonora Sad de Assis, da Universidade Federal de Minas Gerais, ministrou durante o Seminário de Impacto de Vizinhança promovido pela FAM-RIO e pelo Senge-RJ, uma maravilhosa palestra sobre o quanto desconsideramos o calor que produzimos nas cidades.

Entre os pontos abordados de sua exposição, destacou-se que nossas cidades são hoje, mais do que nunca, verdadeiros ‘hot places‘: lugares de concentração de calor, “ilhas de calor”. Em nosso planejamento urbano, quando ele existe, não consideramos essa importante questão, e que decorre, fundamentalmente, do modo que construímos, ou permitimos que sejam construídas as cidades.

No Rio, pretende-se fechar varandas em balanço que seriam formas de passagem de ventos. Na área portuária, programa-se a construção de uma muralha que poderá agravar as inversões térmicas e a poluição. Não é hora de uma nova agenda no planejamento urbano ? (Leia mais)

Mais notícias em breve !

Minuta para a implantação Relatório de Impacto Ambiental

Conheça a minuta de projeto normativo, preparado pela FAM-RIO/SENGE, para implantação do RIV – Relatório de Impacto de Vizinhança – na Cidade do Rio de Janeiro. Confira aqui.

O documento foi composto durante o seminário realizado no último dia 6 de junho, onde discutiu-se a importância da implantação do Relatório de Impacto de Vizinhança – RIV na Cidade do Rio de Janeiro.

Há 23 anos previsto na Lei Orgânica do Município do Rio e, há mais de duas décadas previsto nos dois Planos Diretores da cidade, o RIV ainda não foi implantado no seu processo de licenciamento de obras da Cidade!

Alienação de bens imóveis – não aprovação

FAM-RIO oficia vereadores do Rio no sentido de não aprovar projeto de lei de alienação de bens imóveis municipais sem a garantia de que estes recursos e áreas irão reverter para outras áreas de interesse público e coletivo da Cidade. Confiram o ofício (originalmente assinado)

 OFÍCIO-Bens-públicos-alienação-jun-2014-page-001-1